Área onde menina caiu no aeroporto do Galeão está irregular, diz Procon

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Criança de 3 anos caiu de um vão de quase 20 centímetros de largura no terminal 2, e teve traumatismo craniano e de face. Infraero será multada em até R$ 7 milhões

Agência Estado

Divulgação/Infraero
O vão entre o térreo e o primeiro piso do terminal 2 do Aeroporto do Galeão

O Procon-RJ (Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor) fez uma inspeção no aeroporto do Galeão, no qual uma menina de três anos se acidentou no sábado (4) e vai multar a Infraero por causa de várias irregularidades - o valor ainda será calculado e pode chegar a R$ 7 milhões.

Conheça a home do Último Segundo

Menina que caiu de vão no aeroporto do Galeão está em estado grave

Em vistoria feita nos dois terminais, foram encontradas escadas rolantes com vãos superiores a 19 cm, além de uma canaleta de alumínio de uma esteira solta, o que expõe usuários a risco de queda, e constatado o não-funcionamento do sistema de ar-condicionado, de quatro elevadores e de três bebedouros.

Polícia investiga circunstâncias de queda de menina argentina no Galeão

A menina argentina Camila Palacios caiu de um vão de quase de 20 centímetros de largura no terminal 2, e teve traumatismo craniano e de face. O vão deveria ter no máximo onze centímetros, segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas. Segundo o Procon-RJ, até um adulto passaria pelo buraco do qual ela caiu. Ela está internada com quadro estável e não tem previsão de alta.

Leia tudo sobre: GERALaeroporto do GaleãoRio de JaneiroGaleão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas