Energia volta a bairros após blecaute de mais de sete horas no Rio

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Fornecimento de energia foi interrompido após incêndio no Parque Nacional da Pedra Branca. Situação foi normalizada por volta das 21h30 de segunda-feira

Agência Brasil

Depois de mais de sete horas às escuras, voltou o fornecimento de energia em parte dos bairros de Bangu, Padre Miguel, Realengo e Campo Grande, na zona oeste da capital fluminense, devido a um incêndio de grandes proporções na vegetação no Parque Nacional da Pedra Branca. O fogo provocou o desligamento de duas linhas de alta tensão da concessionária Light que fornecem energia para parte da zona oeste do Rio de Janeiro.

Conheça a nova home do Último Segundo

Leia também: Polícia procura envolvidos em ataque a Fórum de Bangu

O incêndio teve início às 14h50 e também causou danos em alguns componentes das linhas da Light e da subestação de Jacarepaguá, de Furnas. Técnicos das duas empresas trabalharam para restabelecer o fornecimento de energia, que foi totalmente normalizado às 21h30.

O Parque Estadual da Pedra Branca é uma unidade de conservação ambiental na zona oeste do Rio, compreendendo uma região entre os bairros de Vargem Grande, em Jacarepaguá, e Realengo, sendo uma das maiores florestas urbanas do mundo, com 12.500 hectares (ha – um hectare tem uma área equivalente à de um campo de futebol), perdendo apenas para a Serra da Cantareira, na Grande São Paulo (64.800ha).

Na região fica o Pico da Pedra Branca, com 1.025 metros de altitude e está localizado entre os bairros de Jacarepaguá e Vargem Grande, podendo ser avistado de qualquer parte do bairro de Bangu e da Baixada de Jacarepaguá. O pico é um dos mais isolados da cidade, devido às poucas vias de acesso e à densidade demográfica mais baixa em comparação aos bairros da região central e da zona sul do Rio.

Leia tudo sobre: rio de janeiroblecauteenergiaincêndio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas