Veja imagens dos protestos no Rio

Por iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Manifestantes invadiram desfile de 7 de Setembro e entraram em confronto com a polícia

Confronto entre policiais e manifestantes durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: ReutersConfronto entre policiais e manifestantes durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: ReutersConfronto entre policiais e manifestantes durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: ReutersPolícia dispara bombas de gás lacrimogêneo em manifestantes durante protesto contra corrupção no Rio de Janeiro. Foto: Futura PressPolícia dispara bombas de gás lacrimogêneo em manifestantes durante protesto contra corrupção no Rio de Janeiro. Foto: Futura PressManifestante chuta lata de gás lacrimogêneo em protesto durante desfile de 7 de setembo no Rio de Janeiro . Foto: ReutersManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressManifestação é detido pela polícia durante protestos no Rio de Janeiro. Foto: Futura PressPolícia prende manifestante durante protesto no Rio de Janeiro. Foto: ReutersManifestante é socorrida por paramédicos durante protestos no Rio de Janeiro. Foto: ReutersManifestação carrega cartaz que remete a ações abusivas da polícia. Foto: Futura PressManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressManifestação é detido pela polícia durante protestos no Rio de Janeiro. Foto: ReutersManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: ReutersManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressPolícia prende manifestante durante protesto no Rio de Janeiro. Foto: ReutersManifestante chuta lata de gás lacrimogêneo em protesto durante desfile de 7 de setembo no Rio de Janeiro . Foto: Reuters Justiça deu autorização para que forças de segurança identifiquem manifestantes mascarados. Foto: ReutersManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Reuters Justiça deu autorização para que forças de segurança identifiquem manifestantes mascarados. Foto: ReutersManifestantes depredam carro da polícia militar durante protesto contra corrupção. Foto: Futura PressManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura PressManifestação contra corrupção durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro . Foto: Futura Press Justiça deu autorização para que forças de segurança identifiquem manifestantes mascarados. Foto: Reuters

Ao menos 27 pessoas foram detidas - até as 17h - e 13 ficaram feridas neste sábado no Rio de Janeiro em meio aos protestos previstos para coincidir com os desfiles de 7 de Setembro.

Do total de detidos, segundo a Secretaria de Segurança Pública, 15 pessoas foram autuadas e liberadas, incluindo um homem com três passagens pela polícia. As detenções foram motivadas por crimes de lesão corporal, desacato, resistência e posse de material de explosivo, entre outros. Além disso uma pessoa foi presa por porte de arma. Foram apreendidos, com os detidos, um estilingue, um spray de gás lacrimogêneo, pedras, canivete, bolas de gude, bombas artesanais e toucas.

Por volta das 18h, manifestantes tentavam chegar ao Palácio Guanabara, sede do governo do Rio, em Laranjeiras, na zona sul. Parte do grupo se reuniu em frente à Câmara Municipal, na Cinelândia, e então seguiu a pé por 2,5 quilômetros até o Largo do Machado, em Laranjeiras.

A Polícia Militar faz um bloqueio na rua do Palácio, a Pinheiro Machado, para impedir a passagem dos manifestantes. Militares do Batalhão de Choque jogaram bombas de gás lacrimogêneo contra o grupo e houve correria nas ruas das Laranjeiras e Pinheiro Machado

Leia mais:

Desfile em São Paulo tem manifestação contra Alckmin e pouco público

Manifestantes se concentram em frente ao Congresso Nacional


Reuters
Confronto entre policiais e manifestantes durante desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro


Pela manhã, o maior tumulto ocorreu quando um grupo de manifestantes do grupo black bloc invadiu uma das faixas da avenida Presidente Vargas, onde ocorriam os desfiles cívicos. A polícia retirou os manifestantes. Houve corre-corre e confusão, e famílias e crianças saíram correndo do local desesperadas. A empregada doméstica Josefa Costa da Silva, de 63 anos, foi assistir ao desfile e passou mal após inalar gás lacrimogêneo.

Com taquicardia, teve que ser atendida por paramédicos."Nunca pensei que fosse passar isso. Ai meu Deus, um país tão bonito quanto o nosso..." disse a idosa à BBC Brasil, ainda muito nervosa, pouco antes de começar a chorar.

Embora a ação da tropa da choque e o embate com os manifestantes do black bloc tenham causado tumulto, o desfile cívico ocorreu normalmente.

Revistas e máscaras

Um dos detidos no Rio portava um estilingue e um "desfragmentador" para uso de maconha, afirma a Polícia Militar fluminense. Policiais revistaram mochilas de manifestantes e detiveram alguns por uso de máscaras, até que se identificassem.

O esquadrão antibombas da polícia civil recolheu quatro bombas caseiras não detonadas na Avenida Presidente Vargas.

O inspetor Cassiano Martins, chefe do esquadrão antibombas, disse que eles foram acionados por meio do Centro Integrado de Comando e Controle do Rio e que as bombas ofereciam risco à população.

"Retiramos os explosivos porque eles ainda oferecem ameaça para a população", garantiu. As bombas foram levadas para a 4ª DP.

* Com BBC Brasil e O Dia

Leia tudo sobre: manifestações

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas