Vendedor veste fantasia do herói "The Flash", mas só chega em Copacabana após Francisco desfilar no Papamóvel

Uma forte gripe acabou com o sonho do vendedor de cloro e pano de prato, Adriano da Cunha, 36 anos, de acompanhar o papa Francisco nos desfiles no Papamóvel, na Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Sem fôlego, decidiu ficar em casa em Campo Grande para se recuperar, mas uma melhora repentina o estimulou a tentar acompanhar o sumo pontífice pelo menos no último dia do evento, neste domingo (28). “Desci do trem na Central do Brasil e vim correndo, mas soube que ele (o papa) já passou”, conta ele, que usa a fantasia vermelha do super-herói para chamar a atenção em suas participações em corridas.

Assista ao vídeo:


Saiba tudo sobre a Jornada Mundial da Juventude

Leia também:  Com um "até breve com saudade", papa Francisco deixa o Brasil e volta para Roma
Mesmo após fim da JMJ, peregrinos esticam o dia na praia de Copacabana
Em dois dias, bebê de cinco meses é abençoado duas vezes pelo papa Francisco
Em encontro com voluntários, papa pede a jovens "revolução" conservadora

“Já corri 14 provas. Sou maratonista”, diz ele, em busca de um patrocínio. Se tivesse um apoio, acredita, a carreira esportiva poderia andar mais rápido. Poderia até deixar para trás a venda de produtos de limpeza, capaz de o fazer bocejar. “Não posso ficar parado”, diz, enquanto executa corridinhas sem sair do lugar.

Se não tivesse sido batido pela gripe, “The Flash” aposta que poderia ter acompanhado a comitiva papal, mesmo que fosse de longe. Mas, para não perder a viagem, aproveitou para dar umas corridas na Rua Barata Ribeiro e na Avenida Princesa Isabel, atraindo os olhares dos turistas, que pediam para tirar fotos. “Com flash ou sem flash”, brincava.

Quando algum turista se aproximava, muitas vezes Adriano disparava, correndo rápido para bem longe. O turista chegava a pensar que o “The Flash” não voltaria. Então, o herói surgia em velocidade do outro lado da calçada. Só assim fazia a pose com quem o chamou.

Entre uma foto e outra, o vendedor de cloro exibia também o seu lado musical. Cantava funk e, divertia o público, com os passos do The Flash. No entanto, a carreira musical é outra que tem andado ainda mais devagar.

Veja fotos do último dia do papa Francisco no Brasil:



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.