Confissão de cinco fiéis é realizada na Quinta da Boa Vista, no Rio. Francisco termina o dia na praia de Copacabana

O papa Francisco tem a agenda cheia nesta sexta-feira, quarto dia da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). O pontífice começou o dia com uma missa privada, às 7h30, na residência oficial da Arquidiocese do Rio de Janeiro, no Sumaré.

Saiba tudo sobre a Jornada Mundial da Juventude
Agenda: Veja como será o dia a dia do papa Francisco na JMJ 2013
No Twitter, papa Francisco agradece por acolhida "inesquecível" em Copacabana
No 4º dia, papa faz discurso político e arrasta multidão para Copacabana

O primeiro evento público estava marcado para as 10h, na Quinta da Boa Vista, onde ele ouve a confissão de cinco jovens participantes da JMJ. Já 11h30, ele teria um breve encontro com presidiários, no Palácio São Joaquim, sede da Arquidiocese, na Glória, zona sul da cidade.

Um dos momentos mais esperados para hoje está marcado para as 12h, o papa fará a oração de Angelus Domini, a partir da sacada central do Palácio São Joaquim. Quinze minutos depois, a previsão é de que ele se encontre com organizadores e patrocinadores da JMJ, no próprio palácio.

Além dos governos estadual e municipal do Rio, apoiam oficialmente o evento a Cruz Vermelha do Brasil e nove empresas privadas. Em seguida, às 13h, o pontífice almoçará com alguns jovens no Salão Redondo da sede da Arquidiocese.

No último evento previsto do dia, o papa assiste à encenação da Via Sacra, na praia de Copacabana, na zona sul da cidade. Há a expectativa de que, durante o evento, Francisco abençoe quatro jovens sobreviventes do massacre da Escola Tasso da Silveira, em Realengo, em 2011, quando um ex-aluno entrou na escola e atirou em estudantes.

*com Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.