Papa Francisco participa à tarde do segundo ato da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro

Continua chovendo no Rio de Janeiro, mas isso não diminui a expectativa dos fiéis para o segundo ato da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá nesta quinta-feira, a partir das 18h, na Praia de Copacabana, zona sul da cidade. Hoje o evento conta com a presença do papa Francisco.

Saiba tudo sobre a Jornada Mundial da Juventude
Solidariedade brasileira: "Sempre colocam mais água no feijão", diz papa
No 3º dia, papa critica legalização das drogas e já fala em voltar ao Brasil

Já pela manhã, muitos fiéis acamparam na praia para ver o pontífice, mesmo diante da temperatura de 16°C marcada no termômetro digital da cidade e da chuva. Até esta tarde, o público não para de chegar à praia, a maioria coberto por capa de chuva, peça que se tornou fundamental para os participantes da JMJ.

A previsão é de que Francisco chegue de helicóptero e desembarque no Forte de Copacabana. De papamóvel, vai do Posto 6 até o palco, montado na altura do Posto 2 da praia. Lá, o papa realizará a acolhida aos jovens, com benção e discurso.

Trânsito intenso

Um dos motivos para a chegada antecipada de fiéis é o trânsito. “Eu quis chegar o quanto antes para não ter dificuldade de trânsito. O papa acordou cedo para cumprir agenda, e eu também”, brincou Rafael Gomes, de Porto Alegre.

A chegada à Copacabana agora é feita apenas a pé. Mas, para os peregrinos, isso não é problema. “Andamos o bairro de Botafogo todo. Atravessamos o túnel, e estamos aqui. Era o que queríamos. A recompensa agora será receber uma benção do papa, mesmo que de longe”, falou Ângela da Silva, do Acre.

Na entrada da Avenida Princesa Isabel, próximo ao palco principal, os participantes já recebem orientação dos voluntários, para que não tentem se aproximar do palco, porque já está muito cheio. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.