Em dia de descanso, papa permanece em residência oficial. "Ele adora sorvete, tomou ontem e hoje", diz padre

Depois de um dia de programação intensa , a terça-feira (23) é de descanso e tranquilidade para o papa Francisco na residência Assunção, em Sumaré, na zona norte do Rio de Janeiro. O pontífice celebrou uma missa privada aos cardeais e freiras, comeu pão de queijo e tomou sorvete. Este é o segundo dia da visita do papa ao País.

Saiba tudo sobre a Jornada Mundial da Juventude
Casa da Moeda lança medalha comemorativa pela visita do papa Francisco
No 1º dia, papa quebra protocolo, fica preso no trânsito e fala em português

Não há eventos oficiais na agenda de Francisco para hoje. Mais cedo, houve a entrega da medalhas comemorativas à visita. Ele não participou do evento. 

“Por volta das 7h, Francisco rezou uma missa na capela da casa (residência Assunção) e depois fez uns estudos’’, contou o padre Jorde Luiz Neves, o Jorjão, pároco da Igreja Nossa Senhora da Paz. Para ele, o mundo precisa de alguém como o papa. "Ele é simples como São Francisco. O mundo precisa de simplicidade’’, elogiou Jorjão. 

Ainda de acordo com o padre, o papa tem tomado sorvete italiano feito por um comerciante de Ipanema, bairro da zona sul. ‘’Nossa, o papa Francisco adora sorvete, tomou ontem e hoje’’, disse.

Ele saboreou ainda um dos quitutes mais famosos do país: o pão de queijo. O engenheiro responsável pela infraestrutura da residência do Sumaré, Paulo Roberto Viana, contou que Francisco comeu seis pães de queijo no café da manhã e almoçou com o arcebispo do Rio, dom Orani Tempesta.

Francisco não esconde a satisfação em degustar pratos da culinária regional. Nascido em Buenos Aires, ele levou para o Vaticano o hábito de tomar mate – no Brasil, o costume é comum entre os gaúchos que tomam o chimarrão.

Movimentação

Alguns carros entraram e saíram da residência onde está o pontífice, mas todos com vidros escuros, impedindo a identificação dos ocupantes. A movimentação maior foi apenas de troca de turnos das forças de segurança, que envolvem policiais federais e agentes da Polícia Rodoviária Federal.

Pela agenda oficial, não há previsão de o papa deixar o Sumaré hoje. Nesta quarta (24), logo cedo, Francisco segue para Aparecida (a 180 quilômetros de São Paulo), onde celebra missa às 10h30, no Santuário Nacional de Aparecida.

*com informações de Waleria de Carvalho e Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.