Mulheres tiram a roupa em protesto durante a visita do papa no Rio de Janeiro

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Protestos no centro do Rio de Janeiro tiveram beijaço gay e mulheres sem roupa nesta segunda-feira

No primeiro dia da visita do papa Francisco ao Brasil, manifestantes promoveram diversos protestos no centro do Rio de Janeiro. Pedindo mais liberdade pela mulheres e criticando a interferência da religião no governo, mulheres tiraram a roupa em manifestação.

Leia também: 
Saiba tudo sobre a Jornada Mundial da Juventude
Discurso: 
'Cristo bota fé nos jovens', diz papa em português ao chegar no Brasil
1º dia:
Francisco chega ao Rio de Janeiro para a Jornada Mundial da Juventude
Fotos: Veja as melhores imagens da chegada do papa ao Brasil

Manifestantes tiram a roupa em protesto de mulheres no Rio. Foto: Uanderson Fernandes / Agência O DiaProtesto pelo Estado laico durante a visita do papa. Foto: Uanderson Fernandes / Agência O DiaGrupo de mulheres protestam durante visita do papa no Rio de Janeiro. Foto: Uanderson Fernandes / Agência O DiaManifestante tira a roupa em protesto no Rio. Foto: Uanderson Fernandes / Agência O Dia

Um beijaço gay ocorreu em frente à Igreja Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, na zona sul. O grupo tomou conta das escadarias da igreja, que momentos antes estavam ocupadas por peregrinos da Jornada Mundial da Juventude. Com cartazes como do "Papa eu abro mão, quero mais dinheiro para saúde e educação", os manifestantes protestam contra gastos públicos com a vinda do papa ao país.

O protesto reúne diversos grupos, como de estudantes, integrantes do movimento LGBT (lésbica, gay,bissexual, travesti e transexual) e pessoas com bandeiras de partidos políticos. Policiais do batalhão de choque e da Força Nacional de Segurança acompanham os protestos a distância. 

* Com Agência Brasil

Leia tudo sobre: jmjjmj 2013papapapa franciscojornada mundial da juventude

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas