Igreja oferece perdão a quem acompanhar visita do papa pelas redes sociais

Por BBC |

compartilhe

Tamanho do texto

Fieis "impedidos" de ir ao Rio receberão indulgências se acompanharem a JMJ com "a devida devoção" na internet

BBC

O Vaticano anunciou que fiéis católicos que acompanharem a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) – que será realizada no Rio de Janeiro entre 23 e 28 de julho, com a presença do papa Francisco – receberão perdão de pecados, mesmo que sigam o evento pelas redes sociais.

Leia também: Papa quer contato direto com o povo no Brasil, diz porta-voz do Vaticano

Um decreto publicado no site do Vaticano pela chamada Penitenciária Apostólica, o órgão do Vaticano responsável delas decisões relacionadas ao perdão dos pecados, diz que os fieis "legitimamente impedidos" de ir ao Rio receberão "indulgências" se acompanharem o evento com "a devida devoção" pelas redes sociais - dentre elas o Twitter -, além da televisão e do rádio.

Além disso, o decreto prevê indulgências aos fiéis "verdadeiramente arrependidos" que participarem do evento e a aqueles que, "onde quer que estejam, durante a reunião" dediquem "orações fervorosas a Deus, concluindo com a oração oficial da Jornada Mundial da Juventude" e "invocações piedosas" a Nossa Senhora Aparecida. Veja imagens da preparação para a chegada do papa Francisco ao Brasil:

Papa Francisco é recebido por comissários durante embarque rumo ao Rio de Janeiro. Foto: ReutersPapa Francisco embarca nesta segunda-feira (22) no aeroporto internacional de Roma rumo ao Rio de Janeiro. Foto: APJovens aproveitam o domingo de sol na praia de Copacabana no domingo (21), em frente ao palco onde o papa Francisco celebrará a missa de encerramento da JMJ. Foto: Associated PressJovens jogam futevôlei em frente ao palco em que o papa Francisco realizará missa em Copacabana  . Foto: Associated PressJovens católicos se encontram na praia de Copacabana, no Rio. Foto: Associated PressVendedor aproveita movimento de peregrinos na praia de Copacabana, no Rio, para vender lembranças católicas no domingo (21). Foto: Associated PressJovens carregam cruz símbolo da JMJ na praia de Copacabana no domingo (21). Ela foi entregue aos jovens pelo Papa João Paulo II, na edição de 1983 do evento. Foto: Associated PressJovens carregam cruz símbolo da JMJ na praia de Copacabana no domingo (21). Ela foi entregue aos jovens pelo Papa João Paulo II, na edição de 1983 do evento. Foto: Associated PressPúblico observa a montagem do palco que receberá o papa Francisco na praia de Copacabana, no Rio. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomTrabalhadores montam o palco que receberá o papa Francisco na praia de Copacabana, no Rio. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomVoluntários da Jornada da Juventude orientam peregrinos nas estações de trem no Rio. Foto: Fernando Frazão/ABrCerca de 600 voluntários da Jornada Mundial da Juventude atuam nas estações de trem mais movimentadas para auxiliar os peregrinos estrangeiros. Foto: Fernando Frazão/ABrFranciscanos arrumam a sala que receberá o papa Francisco, no hospital São Francisco de Assis, no Rio de Janeiro. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomFranciscanos arrumam a sala que receberá o papa Francisco, no hospital São Francisco de Assis, no Rio de Janeiro. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomJovens esperam chegada do papa Francisco no Rio de Janeiro. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomFavela da Varginha, em Manguinhos, no Rio, onde o papa irá visitar a capela de São Jerônemo. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomPolicial da UPP de Manguinhos em frente à capela de São Jerônimo. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomTuristas tiram foto em frente à imagem do papa Francisco esculpida na areia da praia de Copacabana, no Rio. Foto: SERGIO MORAES/REUTERS/NewscomVista aérea do palco na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, para a visita do papa Francisco.. Foto: APOutra vista do palco construído na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, para a visita do papa Francisco.. Foto: APTendas para a visita do papa Francisco a praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.. Foto: ReutersTrabalhadores preparando tendas na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, para a visita do papa durante a Jornada Mundial da Juventude.. Foto: APPreparação na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, para a visita do papa durante a Jornada Mundial da Juventude.. Foto: APEscultura de areia do papa Francisco feita na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.. Foto: ReutersÂngulo diferente da escultura do papa Francisco feita na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.. Foto: ReutersIgreja São Jerônimo Emiliano, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, receberá visita do papa durante Jornada.. Foto: Futura PressBanner promovendo a Jornada Mundial da Juventude na Capela de São Jerônimo, no Rio de Janeiro, que será visitada pelo papa.. Foto: ReutersInterior da Capela de São Jerônimo, no Rio de Janeiro, que será visitada pelo papa Francisco.. Foto: ReutersBanner promovendo a chegada do papa ao Rio de Janeiro na Capela de São Jerônimo, que será visitada pelo papa Francisco.. Foto: ReutersCrianças empinando pipa em cima da Capela de São Sebastião, no Rio de Janeiro, será visitada pelo Papa durante a Jornada Mundial da Juventude.. Foto: ReutersCrianças em cima da Capela de São Sebastião, na favela de Varginha, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, que será visitada pelo papa durante a Jornada Mundial da Juventude.. Foto: ReutersPeças de latão e banhadas a ouro que serão usadas na missa do papa na Igreja São Sebastião, no Rio de Janeiro.. Foto: Futura PressFavela de Varginha, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, que será visitada pelo papa durante a Jornada Mundial da Juventude.. Foto: ReutersCampo de futebol na favela de Varginha, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, que será visitado pelo papa durante a Jornada Mundial da Juventude.. Foto: ReutersVeículo que será utilizado pelo papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro.. Foto: ReutersBonequinhos do papa Francisco vendidos por R$ 5 na Cinelândia, no Rio de Janeiro.. Foto: Futura PressRelógios digitais da avenida Paulista anunciando a Jornada Mundial da Juventude.. Foto: Futura PressPreparação dos kits para os peregrinos que acompanharão o papa durante a Jornada.. Foto: Futura PressVista aérea da casa em Sumaré, onde o papa Francisco ficará hospedado durante a Jornada no Rio de Janeiro.. Foto: Reuters

As indulgências são perdões totais ou parciais da pena que o fiel terá que enfrentar por ter cometido seus pecados. Elas são geralmente concedidas pela Igreja às pessoas que realizarem determinadas tarefas, como orações ou obras de piedade, penitência ou caridade.

Leia também:
Avião com papamóveis desembarca no Brasil
Em Aparecida, Francisco saudará fiéis no papamóvel antes da missa
Serviço de inteligência terá 'mais cuidado' por causa de papamóvel sem blindagem

Twitter

No decreto, a Penitenciária Apostólica informa que a indulgência depende de uma confissão do fiéis e de seu comportamento, sendo "verdadeiramente penitente e contrito".

Em outras palavras, o pecador que espera diminuir seu tempo de purgatório apenas com alguns cliques de mouse irá se decepcionar.

"Você não pode obter o perdão como se tivesse comprando café de uma máquina", afirmou ao jornal Corriere della Sera o arcepisbo Claudio Maria Celli em comentário reproduzido pelo jornal britânico The Guardian.

A medida do Vaticano é mais um passo da Igreja no intuito de se aproximar de seus fiéis se aproveitando da popularidade das redes sociais, especialmente entre os mais jovens.

O papa João Bento 16 foi o primeiro pontífice católico a utilizar o Twitter para se comunicar com os católicos do mundo.

Apesar de sua renúncia não ter sido comunicada oficialmente por meio de um tuíte, a notícia da saída de um papa tomou conta do Twitter, gerando 1,5 milhão de comentários nas primeiras 36 horas, de acordo com a fundação Crimson Hexagon, que analisa o tráfego de Internet.

O papa Francisco costuma usar o Twitter para se comunicar com os seguidores em nove línguas e tem mais de 2,6 milhões de seguidores em inglês (@Pontifex). O site oficial da Jornada Mundial da Juventude incentiva os participantes do evento a compartilharem as notícias do evento por meio do Facebook e Twitter, entre outras redes sociais.

Leia tudo sobre: jmjjmj 2013jornada mundial da juventudepapapapa francisco

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas