Símbolos da Jornada Mundial da Juventude chegam ao Morro do Vidigal, no Rio

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Cerca de 300 pessoas acompanharam a chegada da Cruz dos Jovens e do Ícone de Nossa Senhora

Agência Brasil

A uma semana do início da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), cerca de 300 pessoas acompanharam a chegada dos símbolos do evento - a Cruz dos Jovens e o Ícone de Nossa Senhora - à Praça do Vidigal, no Morro do Vidigal, zona sul do Rio, na manhã desta segunda-feira (15). Os fiéis entoavam canções da Igreja Católica, enquanto outros faziam a coreografia das músicas.

Dez Fuzileiros Navais foram responsáveis pela segurança dos símbolos da JMJ. Eles chegaram à comunidade em duas caminhonetes da Guarda Municipal. As pessoas vestiam camisas com referência à Jornada.

O padre da Paróquia Santa Mônica, Paulo Alessandro, lembrou a visita que o Papa João Paulo II fez à comunidade do Vidigal. “Nós sabemos que foi o próprio João Paulo II quem entregou [os símbolos] para a juventude. Eu penso que existe uma relação muito forte com a comunidade do Vidigal, já que a presença do João Paulo II é importantíssima aqui. As pessoas recordam com muito carinho aquele momento vivido nos anos 80, dele visitando a comunidade. É uma honra para a gente estar nesse espaço que o João Paulo II esteve”.

O pároco Paulo explicou, ainda, o significado dos símbolos – a cruz e a imagem de Nossa Senhora - da Jornada Mundial da Juventude. “A entrega de Jesus na cruz, o amor derramado na cruz, o amor que se estende para cada um de nós, que é também um convite para que possamos viver a experiência do amor, o mesmo amor de Cristo. E Maria como mãe, a mãe que está sempre atenta às necessidades dos filhos, a mãe que está sempre indicando o caminho que devemos seguir”.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas