Justiça condena 11 PMs envolvidos com tráfico de drogas no Rio

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Decisão é do juiz de São Pedro da Aldeia que teve como base a operação do Ministério Público "Dezembro Negro", de 2011. Militares foram condenados a quase 11 anos de prisão

Agência Brasil

A Justiça de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, condenou 11 policiais militares e 13 pessoas envolvidas com o tráfico de drogas no Complexo da Maré, na zona norte da cidade, e nos morros do Bumba, em Niterói, e da Coruja, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio.

Morro da Providência: Megaoperação prende 20 PMs envolvidos com tráfico de drogas

A decisão é do juiz da 2ª Vara Criminal de São Pedro da Aldeia e teve como base denúncia do Ministério Público (MP) oferecida a partir das investigações em torno da Operação Dezembro Negro, de dezembro de 2011. Na época, policiais foram detidos e acusados de receber propina para não reprimir a chegada de drogas nas comunidades que serviam como entrepostos de abastecimento para a Região dos Lagos.

Leia mais notícias do Rio de Janeiro

Os militares foram condenados a dez anos e oito meses de prisão por tráfico e associação para o tráfico por omissão e expulsos da corporação. Os demais acusados vão cumprir penas que variam de quatro a 14 anos de prisão ou prestação de serviços comunitários.

As investigações, conduzidas pelo MP e pela Polícia Civil, identificaram que a distribuição de drogas na Região dos Lagos tinha origem no Complexo da Maré. A droga também passava pelos morros da Coruja e do Bumba - que funcionavam como entrepostos - antes de seguir para seu destino final. O ponto principal de distribuição era a cidade de São Pedro da Aldeia.

Os condenados estão presos, à exceção de Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, vulgo Marcelo Piloto, que está foragido. Os policiais condenados são: Adão Debona Pereira, Carlos Almeida Teixeira, Marcelo Sena da Silva, Giovane da Silva Ferreira, Marcelo da Fonseca da Silva, Anderson Gama Trindade, Alexandre Calixto Bastos Pereira, Leandro Alves Coelho, Roberto Dias Toledo, Leonardo de Aguiar Muzer Rezende e Junior Cezar de Medeiros.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas