Polícia investiga morte de homossexual que foi atropelado três vezes

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Dois amigos que o acompanhavam disseram que o rapaz foi atingido propositalmente por um van seguidas vezes. Ele teria discutido com o motorista antes, de acordo com depoimentos

Agência Estado

A Polícia Civil investiga a morte de Eliwellton da Silva Lessa, de 22 anos, atropelado na segunda-feira (29) em São Gonçalo (cidade na região metropolitana do Rio). Dois amigos que o acompanhavam disseram à 74ª Delegacia que o rapaz foi atingido propositalmente por um van, que passou três vezes por cima do corpo. Homossexual, Lessa discutira momentos antes com o motorista, de acordo com os depoimentos.

Violência: Número de homossexuais brasileiros mortos sobe 27% em 2012

Após o atropelamento, o motorista fugiu ao volante da van. A vítima morreu no Hospital Geral Alberto Torres, em São Gonçalo. Ele fraturou a coluna em três lugares, quebrou três costelas e a bacia. As testemunhas disseram que passavam pela Estrada Raul Veiga, quando Lessa foi xingado pelo motorista. 

Feliciano: Projeto sobre 'cura' de gays tramita em comissão liderada por pastor

O rapaz reagiu e houve luta corporal, segundo os depoimentos. Após a briiga, o carro se afastou. O ataque da Van ocorreu um quarteirão adiante quando os amigos estavam distraídos. A polícia tenta descobrir há quatro dias quem é o motorista da Van.

Leia tudo sobre: GERALrio de janeirohomossexualatropeladotrês vezesSão Gonçalo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas