Preso 3º acusado por estupro de estrangeira no Rio de Janeiro

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

De acordo com a polícia, os suspeitos fizeram um casal de turistas reféns e os obrigaram a fazer saques. Antes de abusar sexualmente da jovem, eles agrediram o namorado dela

Agência Estado

Reprodução/TV
Acusados de estuprar jovem em van são presos

O terceiro acusado de estuprar uma turista estrangeira, agredir seu namorado e assaltar ambos dentro de uma van, no Rio, no último sábado (30), foi preso na noite desta segunda-feira (1º) em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio.

Carlos Armando Costa dos Santos, de 21 anos, estava em frente ao condomínio Village São Francisco. Ele seria levado para a Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat), na zona sul do Rio, onde deve ficar preso e ser submetido a reconhecimento pelas vítimas.

Wallace Aparecido Souza Silva, de 22 anos, e Jonathan Foudakis de Souza, de 20 anos, os outros acusados pelo crime, estão detidos desde sábado. De acordo com a polícia, os três suspeitos abordaram o veículo na manhã de sábado, no bairro de Copacabana, na zona sul carioca. Em seguida, obrigaram os outros passageiros a descer da van e mantiveram como reféns a turista e seu namorado, também estrangeiro.

Leia mais: Acusado de estuprar turista estrangeira em van confessa crime

O casal ia para a Lapa, zona turística no Centro do Rio, mas foi obrigado a seguir com os criminosos para São Gonçalo, na Região Metropolitana fluminense. Eles foram forçados a fazer saques em caixas eletrônicos e compras em postos de gasolina em Niterói e São Gonçalo onde, mais tarde, os homens foram presos.

De acordo com informações da Polícia Civil, os suspeitos teriam abusado sexualmente da turista no trajeto, enquanto o namorado foi espancado. As vítimas foram liberadas em Itaboraí, também na Região Metropolitana do Rio, e procuraram a polícia para denunciar os criminosos. O aparelho celular de um dos turistas foi encontrado em poder dos acusados.

Na delegacia, as vítimas reconheceram Jonathan e Wallace como autores do crime. Outra vítima, brasileira, também já reconheceu Jonathan e Wallace como autores de um estupro ocorrido no dia 23 deste mês.

 

Leia tudo sobre: rio de janeiroacusadosestuproturistavanagressãoassalto

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas