População do Rio enfrenta transtornos após chuva que matou quatro pessoas

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ruas permanecem submersas, há muito lixo espalhado pela cidade e vários bairros da capital e de municípios da região metropolitana estão sem luz

Agência Brasil

Alessandro Buzas/Futura Press
Semáforo próximo a Lagoa Rodrigo de Freitas no Rio de Janeiro estava apagado na manhã desta quarta-feira

A população do Rio ainda enfrenta problemas por causa da tempestade na noite de terça-feira (5). Há ruas submersas, muito lixo espalhado pela cidade e vários bairros sem luz tanto na capital quanto em municípios da região metropolitana.

A forte chuva provocou quatro mortes. Foram mais de duas horas de chuva torrencial na noite de ontem e muita gente teve problemas para voltar para casa na saída do trabalho. De acordo com a Defesa Civil do estado, duas mulheres morreram eletrocutadas na zona sul, um homem morreu atingido por um muro que desabou na Baixada Fluminense e outro homem não sobreviveu ao ser atingido por uma árvore na zona oeste.

Um rapaz de 14 anos está desaparecido na zona norte, depois de ter sido levado pela enxurrada. A previsão para hoje é chuva forte na capital, no sul do estado e na região metropolitana do Rio, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Leia tudo sobre: rio de janeirochuva

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas