Corpo de Bombeiros troca comando após morte de desembargador no Rio

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Vizinhos do casal morto após saltar de apartamento em chamas acusam demora de 35 minutos para que os bombeiros chegassem até o local do incêndio

Agência Estado

Futura Press
Casal morreu após saltar de apartamento em chamas no Leblon

O Corpo de Bombeiros anunciou, nesta quarta-feira (6), a troca do comando do Quartel da Gávea, no Rio de Janeiro, dois dias após um incêndio no apartamento do desembargador da Justiça do Trabalho Ricardo Damião Areosa, ter resultado em sua morte e na de sua mulher, Cristiane Teixeira Pinto, no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, no domingo (03). O capitão José Carlos Constantino foi substituído pelo tenente-coronel Roberto Gomes, que comandava o Grupamento de Ricardo de Albuquerque, na zona norte da cidade.

Vizinhos do casal morto acusaram demora de 35 minutos para que bombeiros chegassem ao local. Outro problema relatado por testemunhas diz respeito a um hidrante localizado próximo ao edifício, que não teria funcionado, dificultando portanto o trabalho de contenção do incêndio. O casal morreu após saltar pela janela para fugir das chamas. Ricardo Areosa morreu no local ao bater em uma mureta de concreto e sua esposa, que caiu sobre um toldo e teve um traumatismo craniano, durante atendimento médico depois de ser levada para o Hospital Miguel Couto, na Gávea.

O Corpo de Bombeiros alega que o primeiro veículo de socorro teria chegado ao prédio apenas seis minutos depois da primeira ligação feita ao telefone de emergência 193. O comandante Sérgio Simões informou que a substituição tem o objetivo de "encorpar" o destacamento da Gávea, que incluirá a transferência de cinco oficiais para a unidade. Até então, o único oficial do quartel era o capitão Constantino. O efetivo atual da unidade é de cerca de 50 homens. As causas do incêndio ainda estão sendo investigadas.

Leia tudo sobre: rio de janeiroincêndiobombeiros

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas