Após temporal, Defesa Civil aciona sirenes em cinco comunidades do Rio

Por O Dia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Elevado índice pluviométrico foi registrado na Rocinha, Vidigal, Chácara do Céu, Sítio Pai João e Rio das Pedras; moradores foram levados a 18 pontos de apoio

Durante o temporal que atingiu diversos pontos do Rio de Janeiro, na madrugada deste sábado, a Defesa Civil acionou sirenes de alerta para o risco de deslizamentos em cinco comunidades. Após um elevado índice pluviométrico, foi acionado de forma preventiva o Sistema de Alerta e Alarme Comunitário da prefeitura nas comunidades da Rocinha, Vidigal, Chácara do Céu, Sítio Pai João e Rio das Pedras.

Mais: Mapeamento do Estado do Rio identifica 48 mil pessoas sob risco em 67 cidades

Só 10% dos moradores atendem a sirenes de evacuação em áreas de risco do Rio

As sirenes foram disparadas a partir das 4h e os moradores orientados por agentes comunitários e da Defesa Civil a se dirigiram aos dezoito pontos de apoio distribuídos pelas cinco comunidades. Um dos protocolos de acionamento dos equipamentos consiste no registro de 40 mm de chuva em uma hora, o que pode deixar a encosta vulnerável a deslizamentos.

Na Rocinha, neste período, choveu 58,5 mm. As sirenes foram desligadas às 5h. Nesta manhã, equipes da Geo-Rio e da Defesa Civil realizam vistorias nos locais.

De acordo com o Alerta Rio, na estação Vidigal, choveu, em 1 hora, 35,2 % da média mensal de chuva para o mês de janeiro. O município do Rio continua em estágio de atenção, segundo nível em uma escala de quatro, e que significa a possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas.

Leia tudo sobre: chuva no riodeslizamentosirenes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas