Polícia identifica acusados de matar criança durante assalto em Belford Roxo

Por O Dia |

compartilhe

Tamanho do texto

Cerca de 100 agentes realizam operação na manhã desta sexta-feira na comunidade Gogó da Ema em busca dos criminosos

A 54ª DP, de Belford Roxo, identificou os dois homens envolvidos na morte da menina Geovanna Vitória de Barros Firmino, na sexta-feira (18) passada. O crime aconteceu durante uma tentativa de assalto, no bairro Parque das Palmeiras, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. De acordo com o delegado titular da unidade, Felipe Curi, as investigações começaram após o fato.

Entenda: Disque-denúncia oferece R$ 2 mil por informação sobre morte de criança no Rio

Reprodução
Luis Henrique Ferreira de Melo, o 'Angolano' (à esquerda), e Anderson da Silva Verdan, o 'Bamba'

No último sábado (19), os policiais identificaram e recuperaram o Vectra preto usado pelos criminosos na tentativa de assalto, na rua das Crianças, em Jardim Redentor, uma das ruas de acesso à comunidade Gogó da Ema, naquele município. O veículo foi periciado pelo Instituto Carlos Éboli (ICCE) e Félix Pacheco (IFP).

Ainda segundo o delegado, durante todo o final de semana os agentes foram às ruas em busca de informações sobre os assassinos. Após um trabalho de inteligência e cruzamento com informações do banco de dados da polícia, os agentes chegaram, nesta segunda-feira (21), à identificação de Luis Henrique Ferreira de Melo, o “Angolano”, e Anderson da Silva Verdan, o “Bamba”.

O caso: Menina de 1 ano morre baleada na Baixada Fluminense

As informações recebidas pelo Disque-Denúncia e repassadas à 54ª DP colaboraram para as investigações. A identidade dos criminosos não foi revelada anteriormente para não prejudicar as investigações, considerando que os policiais realizaram diligências durante a semana para tentar localizá-los e prendê-los.

Nesta manhã desta sexta-feira, policiais da 54ª DP, com o apoio do helicóptero da Polícia Civil e 100 agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), 52ª DP (Nova Iguaçu), 58ª DP (Posse), 59ª DP (Duque de Caxias), 60ª DP (Campos Elíseos) e 64ª DP (São João de Meriti), estão realizando uma operação na comunidade Gogó da Ema, em Belford Roxo, em busca dos criminosos.

O delegado informou que “Angolano” foi quem efetuou o tiro que atingiu a criança e foi reconhecido pela mãe da vítima. “Bamba” foi reconhecido por outras duas pessoas que tiveram o veículo roubado logo em seguida ao homicídio.

Os dois criminosos são oriundos dos Morros da Pedreira, Quitanda e Lagartixa, em Costa Barros e, desde outubro de 2012 assumiram o controle do tráfico de drogas na comunidade Gogó da Ema. Eles têm anotações criminais por tráfico de drogas, associação para o tráfico, roubos e homicídios. Os dois estão com a prisão decretada pela Justiça.

Leia tudo sobre: violênciamenina baleadario de janeiro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas