Atirador em bloco de carnaval mata dois e deixa dez feridos em Nova Friburgo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

PM disse que um homem chegou ao local e efetuou diversos disparos contra centenas de foliões do bloco Rastafare. Testemunhas disseram que acerto de contas motivou crime

Duas pessoas morreram e outras dez ficaram feridas após um homem abrir fogo durante ensaio do bloco carnavalesco Rastafare em Nova Friburgo, na região serrana do Rio, por volta das 21h deste domingo. Daniel Fernandes, de 20 anos, morreu no local, e Wandariete Klein, de 44 anos, chegou a ser socorrida, mas morreu nesta madrugada no Hospital Municipal Raul Sertã. 

No Sul: 'Puro ato de covardia', diz noivo de jovem morta em assalto na Ponte da Amizade

Wandariete havia ido à festa para buscar o filho. Os feridos permanecem internados. Segundo a Polícia Militar, cerca de 400 foliões participavam do ensaio do bloco, que é o maior e um dos mais tradicionais grupos carnavalescos da cidade serrana. A polícia informou um homem chegou ao local e efetuou diversos disparos. Um dos mortos já tinha passagem pela polícia. 

Leia mais notícias do Rio de Janeiro

A confusão teria ocorrido em frente a uma choperia, que está localizada na região das arquibancadas do Estádio Eduardo Guinle, do Friburguense, na rua Jardel Hottz, no bairro de Olaria. O local tem forte movimento de tráfico de drogas, segundo agentes da 151ª DP, de Nova Friburgo.

Testemunhas disseram que o objetivo do atirador era atingir alguém que estava no ensaio. Houve correria e tumulto. Os feridos foram levados para o Hospital Municipal Raul Sertã. PMs do 11º BPM (Nova Friburgo) fizeram buscas na região, mas ninguém foi preso.

*com O Dia e AE

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas