Morre menina que ficou oito horas esperando por cirurgia no Rio

Por O Dia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Adrielly dos Santos Vieira foi atingida por bala perdida e ficou por um longo período sem atendimento, pois o neurocirurgião havia faltado o plantão de Natal

Agência O Dia
Menina de 10 anos foi baleada na cabeça durante noite de Natal

A menina Adrielly dos Santos Vieira, de 10 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (4), no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Adrielly dos Santos Vieira estava desde o dia 20 de dezembro em estado grave no CTI do Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, após ser transferida do Salgado Filho, no Méier, onde esperou oito horas para ser operada.


Leia mais: Médico diz que faltou a plantão por discordar de escala de hospital 

A criança foi  atingida por uma bala perdida na comunidade Urubuzinho, em Pilares, Zona Norte do Rio, e ficou no hospital sem atendimento na noite do Natal.

O neurocirgurgião Adão Crespo Gonçalves, que estava de plantão na ocasião, faltou ao trabalho.

Adrielly teve morte cerebral confirmada no último domingo (30).

Leia outras notícias sobre o caso:

Prefeito diz que demitirá médico que faltou a plantão de hospital no Rio
O caso: Menina é atingida por bala perdida no Rio
Leia também: Pai de menina baleada diz que vai processar prefeitura
Conselho de medicina vai apurar demora em atendimento de vítima de bala perdida

 

Leia tudo sobre: adriellyplantão médicobala perdida

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas