Vão de varanda onde menino despencou tinha o dobro do tamanho, diz Crea

Por O Dia | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Fiscais foram ao hotel para avaliar se o prédio se enquadrava nas normas técnicas ou se a queda da criança foi falha humana

O vão da varanda onde o menino de um ano e quatro meses despencou no hotel Paradido All Suites, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na última sexta-feira (28), tem o dobro do tamanho permitido pela Asssociação Brasileira de Normas e Técnicas (ABNT). A informação é da assessoria do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea).

Leia também: Polícia interdita apartamentos vazios de hotel onde bebê caiu

Fiscais do órgão estiveram no local na manhã desta quarta-feira (2), para avaliar se o prédio se enquadrava nas normas técnicas ou se a queda do menino foi falha humana. O bebê chegou a ser encaminhado para o Hospital Municipal Miguel Couto na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia quer ouvir os responsáveis pelo hotel.

Os pais da vítima, que são de Brasília, estavam no Rio para o Réveillon. O delegado Robson Gomes, da 16ª DP (Barra da Tijuca), trata o caso, inicialmente, como homicídio culposo (quando não há a intenção de matar).

Leia tudo sobre: bebÊacidentevarandahotel

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas