Suspeitos roubaram carro e desejaram 'bom dia de trabalho' ao roubar vítimas na Linha Vermelha. Polícia identificou dois do grupo composto por cinco assaltantes

O Dia

Dois suspeitos de arrastão na Linha Vermelha tiveram retrato falado divulgado
Divulgação
Dois suspeitos de arrastão na Linha Vermelha tiveram retrato falado divulgado

Os policiais da 37ª DP (Ilha do Governador) divulgaram, na noite de terça-feira (27), o retrato falado de dois dos cinco criminosos apontados como autores de um roubo de carro na Linha Vermelha, no Rio. O primeiro é magro, pardo e tem olhos e cabelos castanho escuros. O homem teria entre 20 e 25 anos. O outro é branco, olhos pretos e cabelos castanho escuros, também entre 20 e 25 anos. 

Qualquer informação sobre o paradeiro dos dois pode ser dada à unidade ou ao Disque-Denúncia, no telefone 2253-1177.

Os crimes

Cinco bandidos promoveram um arrastão no acesso à Linha Vermelha, na entrada da Ilha do Governador, por volta das 7h desta terça-feira. De acordo com a polícia, os criminosos atravessaram um carro na pista e começaram o assalto.

Leia mais notícias do Rio de Janeiro

Primeiro, dois do bando entraram em um Logan onde estavam dois funcionários da Petrobras. Eles colocaram os homens no banco de trás do carro e seguiram em direção à Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo as vítimas, os assaltantes estavam armados com pistolas e diziam a todo momento que queriam apenas o carro.

Os bandidos deixaram os dois homens na altura da Vila São Luis, em Duque de Caxias, levando apenas o veículo e ainda desejaram um "bom dia de trabalho". O veículo foi encontrado à tarde, em Caxias. Os outros três bandidos que estavam no grupo roubaram pertences de taxistas e chegaram a jogar as chaves dos veículos fora.

Um dos motoristas foi obrigado a chamar o reboque e registrou queixa na delegacia. De acordo com a polícia, ainda há informações de uma quinta vítima, um homem que estava em um Honda Civic. O motorista teria sido interceptado pelos assaltantes e sido levado com os mesmos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.