Polícia prende acusado de estuprar turista em hotel na Zona Sul

João Yuri Campos também é acusado de ter roubado três mulheres. Ele confessou os crimes e pediu perdão às vítimas

O Dia |

A Polícia Civil prendeu um homem acusado de estuprar uma jovem dentro de um hotel em Ipanema, na Zona Sul do Rio. Ele também é acusado de três roubos e outro estupro em Copacabana. João Yuri Ramos Campos, de 20 anos, se identificou como garoto de programa frequentador da boate Le Boy e afirma ser morador de Seropédica.

O criminoso foi preso durante uma operação da Polícia Rodoviária Federal na Rodovia Presidente Dutra, na manhã deste sábado. Ele estava em um Gol preto roubado com diversos materiais eletrônicos de três mulheres que estavam hospedadas em no Flat Ipanema Hotel.

De acordo com depoimento das vítimas, após roubá-las dentro do hotel, João levou uma delas ao caixa eletrônico e sacou R$ 800. Ele ainda chegou a dar R$ 20 para a jovem pegar um táxi e voltar ao flat. Quando o ladrão foi embora, as mulheres foram à polícia prestar queixa. Pela descrição, os policiais associaram o homem ao suspeito dos dois estupros em Ipanema e Copacabana.

Depois de ser reconhecido pelas vítimas, João Yuri confessou os crimes. Ele foi encaminhado para Polinter e preso em flagrante pelo crime de roubo no flat. A 14ª DP e 13ª DP já estão protocolando pedido de prisão pelos estupros.

De acordo com o titular da 14ª DP, Gilberto Ribeiro, as investigações ainda não estão encerradas. A polícia agora quer saber se há ligação entre o bandido e funcionários dos hotéis, devido à facilidade na entrada dos estabelecimentos

Agressão e estupro em hotel
Na madrugada de sexta-feira, duas jovens, de 18 e 19 anos, que vieram de Brasília para o show da Lady Gaga prestaram queixa na delegacia denunciando que teriam sido rendidas num corredor do Hotel San Marco, em Ipanema, onde estavam hospedadas, empurradas para dentro do quarto, agredidas, roubadas e uma delas, violentada.

Estudantes de Direito, elas contaram que retornaram de uma boate de táxi. Na porta do hotel, perceberam o rapaz na calçada.

Assim que entraram, o rapaz foi atrás. “O agressor simulava estar armado, com a mão sob a camisa, e as empurrou para o quarto, com tapas no rosto. Lá, quebrou garrafa para ameaçá-las e estuprou uma delas. Pegou os pertences e saiu”, contou Ramalho.

Logo depois do crime, a polícia conectou o caso com um outro estupro ocorrido com uma moradora da Rua Joaquim Nabuco, em Copacabana, também na Zona Sul.

    Leia tudo sobre: estuproriopolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG