Vítima foi golpeada enquanto fazia cooper na orla da praia da Barra da Tijuca

O Dia

Alexandre Luiz de Oliveira Francesco, 38 anos, acusado de atacar uma americana com uma barra de madeira na manhã desta sexta-feira (26) na Avenida Sernambetiba, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, foi indiciado por homicídio qualificado.

Segundo o delegado ajdunto Paulo Mendes Júnior da 16ª DP (Barra da Tijuca), onde o caso foi registrado, Alexandre vai passar por um exame de insanidade mental, já que, de acordo com o policial, não existem indícios de que ele seja usuário de drogas.

A pastora americana Rene Murdoch, de 44 anos, foi atacada por Alexandre enquanto fazia cooper na localidade, por volta das 8h20. Segundo testemunhas, o homem golpeou a vítima sem razão aparente e escapou de ser linchado graças a intervenção de guardas municipais e de um vendedor ambulante.

Ainda de acordo com o delegado, o homem estava alterado na delegacia e repetia constantemente que não gostava de mulheres. Ele teria morado em Madureira, na zona norte, mas já vive há algum tempo como morador de rua.

Alexandre pode pegar até 30 anos de prisão pelo crime mas, se ficar comprovado que possui problemas mentais, a pena poderá ser revertida em tratamento psiquiátrico e ele não seria encaminhado para um presídio. Ainda segundo os agentes, ele não tempassagens pela polícia.

De acordo com testemunhas, antes de atacar a americana, o homem havia quebrado um quiosque com a barra de madeira, de cerca de um metro.

Rene Murdoch foi encaminhada para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, zona sul, onde passou por cirurgia. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, seu estado é considerado grave e ela segue internada no CTI da unidade.

* informações do repórter Diego Valdevino

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.