Moradores apoiam ocupação de conjunto de favelas mas pedem melhorias sociais

Manguinhos e Jacarezinho estão nas últimas posições no ranking dos bairros da cidade, segundo o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)

Agência Brasil | - Atualizada às

Agência Brasil

 A ocupação, por cerca de 1.300 homens das forças de segurança, dos conjuntos de favelas do Jacarezinho, de Manguinhos, Mandela e Varginha foi bem recebida pelos moradores, que pedem melhorias sociais para as comunidades, principalmente habitação e saneamento. Embora o receio de falar com a imprensa ainda perdure, aos poucos as pessoas vão dizendo o que pensam da presença dos policiais, com o objetivo de instalar a 29ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Leo Correa, Agência O Dia
Comunidade de Manguinhos deverá receber UPP até dezembro

“Eu levanto as mãos aos céus. Criei os meus três filhos aqui em Manguinhos. Isso era muito ruim. Agora acho que vai melhorar”, disse a moradora, que trabalha como acompanhante de idosos e se identificou apenas como Maria, enquanto passava em frente aos blindados dos fuzileiros navais usados na operação.

Leia mais:  'Não teremos mais uma Faixa de Gaza', diz Beltrame sobre operação no Rio

Previsão: Cabral confirma que Manguinhos e Jacarezinho terão UPPs

Galeria: Confira as imagens da operação realizada neste domingo pela polícia no Rio

Para a auxiliar de serviços comunitários Rosângela França, que trabalha na limpeza urbana em Manguinhos, não basta só a presença da polícia. “Não é só isso. É preciso urbanizar para as crianças poderem brincar. Aqui tem três campos de futebol, mas quando chove alaga tudo”, disse ela. A cozinheira Rosilda Oliveira Machado também pede melhorias: “Tem que ter gente do serviço social para nos ajudar depois. Senão vai continuar a mesma coisa”.

Nas comunidades de Manguinhos, Jacarezinho, Mandela e Varginha, ocupadas hoje (14) pelas forças de segurança, é comum ver quantidades enormes de lixo espalhadas pelas áreas livres, onde se cria galinhas e porcos junto aos detritos, em meio à lama e ao esgoto que transborda pelas vielas. Sem alternativas, o espaço acaba sendo o único local para as crianças brincarem, o que provoca inúmeras doenças infecciosas, principalmente de pele e do sistema digestivo.

Segundo números divulgados pela prefeitura do Rio, Manguinhos e Jacarezinho estão nas últimas posições no ranking dos bairros da cidade, tomando por base o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). De um total de 126 bairros, Jacarezinho está em 121º e Manguinhos em 122º.

    Leia tudo sobre: ManguinhosJacarezinhofavelas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG