Favelas de Manguinhos e do Jacarezinho vão ser ocupadas para receber UPP

Após pacificação dos complexos do Alemão e da Penha, essas comunidades se tornaram o principal reduto de traficantes no Rio de Janeiro

Agência Estado |

Agência Estado

As polícias Militar e Civil do Rio de Janeiro, com auxílio de militares da Marinha, vão ocupar na madrugada do próximo domingo (14) as favelas de Manguinhos, do Jacarezinho, Mandela 1 e 2, e Varginha, todas na zona norte da capital fluminense. Após a pacificação dos complexos da Penha e do Alemão, na mesma região, Manguinhos e Jacarezinho se tornaram o principal reduto de traficantes.

Leia também:  UPP da Favela do Batan inaugura base avançada

A ocupação do complexo da favelas abrirá caminho para a implantação da 29ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) até o fim do ano. O governo do Estado promete inaugurar 40 UPPs no Rio e na Região Metropolitana até 2014.

Ao contrário da ocupação da Favela da Rocinha, em novembro de 2011, que contou apenas com efetivo da Polícia Militar, desta vez a operação contará com homens da Polícia Civil e também da Marinha. Os militares utilizarão veículos blindados do tipo lagarto anfíbio (CLANF), capazes de transitar por qualquer tipo de terreno.

Nessas favelas que vão ser ocupadas são comuns barreiras de concreto e de trilhos de trem fincados em vielas. Os obstáculos são colocados por traficantes para dificultar a entrada dos veículos blindados da polícia, conhecidos como Caveirões, que são sobre rodas.

Nesta quinta-feira, a Polícia Militar realiza operações em oito favelas da mesma facção com o objetivo de evitar a fuga de bandidos de Manguinhos e do Jacarezinho. Até o início da tarde, 13 pessoas haviam sido presas e quatro menores apreendidos. Foram apreendidos armas, drogas e munição. A operação ocorre nas comunidades Jorge Turco, Cajueiro, Juramento, Chapadão, Vila Kennedy, Barreira do Vasco e Complexo do Lins, na capital; e Salgueiro, em São Gonçalo.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG