Miliciano que fugiu de presídio no Rio é morto em confronto com a polícia

Carlão integrava a milícia conhecida como “Liga da Justiça”

iG Rio de Janeiro |

O corpo do ex-policial militar Carlos Ary Ribeiro, conhecido como Carlão, vai ser enterrado na tarde deste domingo (30) no cemitério Jardim da Saudade, no bairro de Paciência, na zona oeste do Rio de Janeiro. Acusado de integrar a milícia “Liga da Justiça”, comandada pelos ex-políticos e irmãos Natalino e Jerônimo Guimarães (atualmente presos), o suspeito morreu ontem durante uma troca de tiros com a Polícia Civil.

Agência O Globo
Carlão na festa realizada no antigo BEP

Agentes da 15ª DP (Gávea), 40ª DP (Honório Gurgel) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) realizaram no sábado uma operação na Favela de Inhoaíba, em Cosmos, também zona oeste da capital fluminense. A ação tinha como objetivo cumprir os 21 mandados de prisão expedidos contra Carlão.

De acordo com a polícia, o miliciano estava sendo monitorado havia mais de dois meses. Os agentes ficaram de campana durante cinco horas para prendê-lo, mas ele percebeu a presença dos policiais e reagiu. Carlão portava uma pistola, munição e um documento de identidade falso. Ele chegou a ser levado para um hospital da região, mas não resistiu.

Em setembro de 2011, Carlão havia fugido do Batalhão Especial Prisional (atual Unidade Prisional), que abriga PMs e ex-PMs acusados de crimes. Na época, a corregedoria da Polícia Militar informou que o miliciano teria tido acesso à sala da defensoria do quartel. Nesse cômodo, ele teria passado por um buraco feito para um ar condicionado e acessado o pátio do presídio, onde teria usado uma corda e pulado um muro.

Durante o período em que ficou preso, Carlão ainda realizou uma festa para seu filho nas dependências da penitenciária . Os corredores da carceragem foram decorados com bexigas e mesas fartas de doces . Durante a comemoração, que teve direito à cerveja, o miliciano ostentava anéis, cordões e pulseiras aparentemente de ouro.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG