Álvaro Jacomossi diz que tiro partiu de arma de chumbinho

Através de comunicado, modelo afirma que estava apenas comemorando o nascimento do filho e classifica os detalhes divulgados sobre o assunto como “insanos”

Priscila Bessa iG Rio de Janeiro |

Na tarde deste domingo (23), o modelo Álvaro Jacomossi, através de comunicado emitido por sua assessoria de imprensa, desmentiu que tenha efetuado disparos com uma arma de verdade na área externa do condomínio onde mora na Joatinga , zona Oeste do Rio de Janeiro.

Nesta manhã a Polícia Civíl do Rio divulgou informações de que o modelo, casado com a assessora de imprensa Camila Lamoglia, foi preso após vizinhos chamarem a polícia ao ouvir o som de tiros antecedido por uma briga entre ele e a mulher. O ocorrido aconteceu na tarde de sábado (22). Ainda segundo a polícia, Álvaro chegou a tentar fugir entrando na mata e no mar.

Segundo o conteúdo do comunicado, os disparos foram apenas uma comemoração pelo nascimento do primeiro filho do casal após chegarem da maternidade.

“Ontem chegamos cedo da maternidade com nosso filho nos braços. Chegamos na casa da minha sogra e, ainda em estado de euforia e comemoração, disparei 2 tiros para o alto com uma arma de chumbinho em um lugar ermo e sem qualquer perigo, dentro do Condomínio. Não houve briga, como foi publicado, e muito menos a arma era de fogo. Confesso que estava eufórico e agi de forma imatura, mesmo se tratando de uma arma de chumbinho, mas não imaginei tamanha repercussão”, informou ele.

De acordo com as informações da polícia, ele teria jogado a arma utilizada no mar e teria deixado a 16ª DP da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, após pagar R$ 1.866 de fiança. Ainda no comunicado, Álvaro negou que tivesse uma arma de fogo: “Depois de abordado em casa pela policia, fui até a delegacia, prestei depoimento e fui liberado para voltar para casa e dormir com meu filho, que acabou de chegar ao mundo. Meu avô foi um grande colecionador de armas, gosto do assunto, já tive muitas réplicas de chumbinho, mas não porto arma de fogo. Quero salientar que todos os outros detalhes restantes que li nas notas, são inverdades e floreios completamente insanos. Eu, minha mulher e meu filho estamos bem, curtindo esse momento especial juntos."

    Leia tudo sobre: álvaro jacomossicamila lamogliadisparoschumbinho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG