Rio de Janeiro lança mapa para incentivar o uso da bicicleta na cidade

Lançamento ocorre na véspera do Dia Mundial Sem Carro. Mapa traz rotas de ciclovias no circuito Grajaú, Tijuca, centro e zona sul

Agência Brasil |

Agência Brasil

Fábio Mota/Agência Estado
Cartazes localizados na zona sul do Rio anunciam o lançamento do mapa cicloviário da cidade

Na véspera do Dia Mundial Sem Carro, foi lançado nesta sexta-feira (21) o mapa cicloviário com o intuito de incentivar o uso da bicicleta na cidade. O mapa traz rotas de ciclovias no circuito Grajaú, Tijuca, centro e na zona sul, além de endereços de oficinas, unidades de saúde e orientações sobre o uso consciente da bicicleta. O mapa está disponível nos postos da Riotur, no site do órgão e em aeroportos e hotéis.

Leia também:  Prefeitura do Rio de Janeiro regulamenta uso de bicicleta elétrica

Atualmente, a capital fluminense tem 290 quilômetros de ciclovias. A meta é alcançar a marca dos 450 quilômetros até o ano de 2016. Para o secretário de Turismo do Rio, Pedro Guimarães, o mapa é importante por causa dos grandes eventos esportivos que ocorrerão na cidade nos próximos anos, mas também como forma de integrar a estrutura de ciclovias.

"Acho que esse é um grande ganho. A gente integra a cidade, promove a inclusão dessa estrutura viária, diminuindo de uma forma bastante significativa o uso de carros pela cidade, promovendo a inclusão da bicicleta por meio sustentável e moderno", disse.

A prefeitura vai disponibilizar 2 mil bicicletas que poderão ser alugadas pela população, de acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Altamirando Moraes. "Vamos sair de um sistema de 600 bicicletas para 2,6 mil bicicletas disponíveis na cidade para o uso do aluguel. Com isso, a gente incrementa cada vez mais essa mudança de hábito, o uso da bicicleta como alternativa de transporte", explicou.

A região onde é proibido o estacionamento de veículos nas principais vias do centro da cidade, chamada quadrilátero, será ativada no sábado (22). As vagas do Rio Rotativo ficarão bloqueadas nas Avenidas Presidente Antonio Carlos e Rio Branco e na Rua 1º de Março. As travessias da Rua Santa Luzia, na Cinelândia até a Candelária também ficarão fechadas. Com a proibição, a prefeitura estima que aproximadamente 2,1 mil veículos deixarão de circular pelo centro do Rio.

Confira ainda:  Livro ensina a viver em São Paulo sem carro

    Leia tudo sobre: bicicletacicloviasdia mundial sem carro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG