Menina de 11 anos é atingida por bala perdida em favela pacificada

PM informou que traficantes atacaram policiais na comunidade Parque Proletário, no Complexo da Penha, zona norte do Rio

iG Rio de Janeiro |

Uma menina de 11 anos foi atingida por estilhaços de bala na noite da última segunda-feira (17) durante um ataque de traficantes à PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade Parque Proletário, no Complexo da Penha, na zona norte do Rio de Janeiro.

Leia também: Após denunciado pelos pais, suspeito de matar PM na Rocinha é preso

Segundo a assessoria de imprensa do Comando de Polícia Pacificadora (CPP), PMs faziam um patrulhamento de rotina quando avistaram dois suspeitos com drogas na rua 10. Ambos foram detidos. Quando os mesmos PMs passavam pela rua 14, os traficantes efetuaram disparos em direção a eles. Uma garota de 11 anos acabou ferida na perna esquerda.

A menina foi levada para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, foi medicada e liberada. O fato ocorrido no Parque Proletário é o terceiro episódio de violência em favelas pacificadas desde sexta-feira. Nos casos anteriores, dois PMs acabaram mortos em confrontos com traficantes, sendo um na Rocinha, na zona sul, e o outro no morro da Coroa, no Catumbi, região central.

Leia outras notícias:

- Polícia investiga assassinato de médica que foi morta a tiros ao deixar hospital
-
Corpo de PM morto em favela com UPP será enterrado no início da tarde
- Viaturas da PM são atacadas com bombas na favela da Rocinha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG