Polícia detém mais um adolescente suspeito de participar de chacina na Chatuba

Traficante Bola, de 15 anos, é o segundo menor de idade a ser detido nesta quinta-feira

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Severino Silva/AE/Agência O Dia
PMs fazem buscas na cachoeira de Gericinó, onde jovens foram mortos

A polícia prendeu mais um adolescente suspeito de participar diretamente da chacina de seis jovens na favela da Chatuba, em Mesquita, na Baixada Fluminense. Trata-se de um traficante conhecido como Bola, de 15 anos.

Leia também: PM detém suspeito de ter participado diretamente de chacina na Chatuba

Na manhã desta quinta-feira (13), um outro suspeito tinha sido detido. Trata-se do traficante conhecido por Foca, de 16 anos, que seria o terceiro na hierarquia do tráfico na comunidade e foi apreendido na casa da mãe, no bairro de Jacutinga, também em Mesquita.

Os dois menores negam a participação no crime.

Os dois principais nomes do tráfico na comunidade permanecem foragidos. Remílton Moura da Silva Júnior, o Juninho Cagão, que comanda a favela, e um criminoso conhecido como Ratinho. Eles tiveram a prisão temporária pedida à Justiça.

Leia tambémRotina ainda não foi retomada no bairro da Chatuba, em Mesquita

Para o comandante do 20º BPM, tenente-coronel Marcos Borges, os dois bandidos teriam fugido da comunidade com a ocupação da PM.

Cachoeira

Os rapazes mortos desapareceram no último sábado (8) quando iam tomar banho em uma cachoeira no Parque Natural de Gericinó, que fica próximo da Chatuba. 

Eles foram capturados e torturados pelos traficantes. Informações obtidas pela polícia indicam que os jovens foram assassinados porque moravam no bairro Cabral, no vizinho município de Nilópolis, dominado por uma facção rival a dos criminosos da Chatuba.

Leia tambémFavela onde jovens foram assassinados registrou 12 mortes em três dias, diz PM

Outra razão investigada para a matança é de que o telefone celular de um dos jovens tocou um funk fazendo apologia ao grupo inimigo ao que atua na Chatuba.

Os corpos dos jovens foram achados na última segunda-feira (10) nas proximidades da rodovia Presidente Dutra. 

Leia também: Jovens foram mortos porque moravam em bairro dominado por facção rival

Segundo o comandante do 20º BPM, os traficantes da Chatuba usavam a cachoeira de Gericinó para se esconderem toda vez que a PM ocupava a comunidade. Ontem, policiais acharam no local facas com manchas de sangue que podem ter sido usadas no crime.

A Secretaria de Segurança Pública pediu ontem à Corregedoria da PM que investigue denúncias de moradores da Chatuba sobre supostas irregularidades cometidas por policiais militares na região.

*Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: CHATUBAchacinabaixada fluminense

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG