Motorista colidiu na traseira do veículo. Motociclista, então, lhe deu um tiro no tórax. PMs passavam pelo local e trocaram tiros com o suspeito. Um policial foi atropelado

Um taxista foi morto com um tiro no tórax na noite da última terça-feira (11) após bater na traseira de uma motocicleta nas proximidades do Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro e do entrocamento das linhas Vermelha e Amarela.

Leia tambémTaxista foi morto porque tentou impedir casal de fugir sem pagar a corrida

Segundo informações recebidas pela polícia, após a colisão, o motoqueiro deu um tiro no motorista e fugiu.

No momento do fato, uma van que trazia PMs da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do morro do Adeus, em Bonsucesso, que estavam na troca de turno, passou pelo local.

Ao ouvirem os tiros, os PMs pararam para socorrer o taxista e atiraram contra o motociclista em fuga. O suspeito revidou mas conseguiu escapar.

Ao sair da van, um PM acabou sendo atropelado e machucou o joelho. 

O taxista morto foi identificado como Anderson Monteiro, de 35 anos. Ele trabalhava na cooperativa Táxi Leblon. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil investiga o crime e apreendeu as armas dos PMs envolvidos na ocorrência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.