PM prende dois suspeitos de terem participado da morte de seis jovens no RJ

Rapazes foram mortos porque moravam em bairro dominado por facção rival

iG Rio de Janeiro |

Policiais militares do Batalhão de Choque (BPChoque) prenderam na tarde desta segunda-feira (10) dois suspeitos de terem participado do assassinato de seis jovens no município de Mesquita , na Baixada Fluminense. Os homens foram detidos durante a operação realizada no Parque de Gericinó para checar a informação de que haveria outros corpos no local.

Leia:  Jovens foram mortos porque moravam em bairro dominado por facção rival

De acordo com a Polícia Civil, que investiga o crime, os assassinatos foram cometidos por traficantes da Favela da Chatuba para que eles demonstrassem seu poder e demarcassem território. Os jovens não tinham envolvimento com a venda de drogas, mas moravam em um bairro de Nilópolis, cidade vizinha à Mesquita, controlado por uma facção rival à que controla a Chatuba .

Os corpos dos seis adolescentes, que tinham entre 16 e 19 anos, foram encontrados na manhã desta segunda-feira por operários em um canteiro de obras da duplicação da Rodovia Presidente Dutra, em Mesquita. Eles estavam nus, amarrados e amordaçados, enrolados em lençóis. Os cadáveres foram colocados lado e tinha marcas de tiros e facadas.

Confira: Morte de PM foi oferecida como presente a traficante em Mesquita

Os rapazes estavam desaparecidos desde sábado, quando saíram de casa para tomar banho em uma cachoeira do Parque de Gericinó. Amigos de infância, eles costumavam ir ao parque nos fins de semana. No sábado, com a demora dos rapazes, o pai de um deles tentou fazer contato pelo celular. O telefone foi atendido por um homem que disse estar "cumprindo uma missão". Em outra ligação, o criminoso disse que ele "deveria fazer outros filhos", porque "aquele já era".

A Polícia Civil investiga ainda outras três mortes ocorridas na Chatuba durante o fim de semana, entre elas a de um pastor evangélico e a do cadete da PM Jorge Augusto de Souza Alves Júnior, de 34 anos . Para a polícia, esses homicídios foram fatos isolados e nada têm a ver com o caso dos jovens, mas foram cometidos pelo mesmo grupo.

*com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: chacinabaixada fluminensefavela da chatubamesquita

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG