Militar desaparecido é achado morto em favela e enterrado como indigente no Rio

Família o reconheceu no IML pelo computador e descobriu que corpo já tinha sido sepultado

iG Rio de Janeiro |

Desaparecido desde o último dia 20 de agosto, o militar da Marinha Róbson Romualdo da Silva, de 31 anos, foi achado morto na favela Roquete Pinto, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, e teve seu corpo enterrado em um cemitério da zona oeste da cidade como indigente. 

Leia também:  Morte de PM foi oferecida como presente a traficante no Rio

A família do militar, que servia no Centro de Instrução Almirante Alexandrino, na Penha, na zona norte da capital fluminense, só soube que Róbson havia morrido na última quinta-feira (6) em uma consulta ao IML (Instituto Médico Legal).

No instituto, os parentes reconheceram Róbson pelo computador e souberam que o corpo havia sido enterrado como indigente. Um familiar do militar, que morava no município de Barra Mansa, no Sul Fluminense, disse ainda não saber o motivo e nem a forma como Róbson foi morto. A comunidade Roquete Pinto é dominada por milicianos.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG