Posto de saúde invadido por bandidos só será reaberto na segunda-feira

Invasão à unidade provocou tiroteio com PMs. Mulher foi baleada e morreu esta madrugada. Polícia Civil abriu inquérito para apurar da onde partiu o tiro

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Reprodução
Cláudia Lago de Souza, de 33 anos, mulher que foi baleada em um tiroteio dentro de posto médico e que morreu hoje

O posto de saúde invadido por bandidos na tarde da última terça-feira (4), em Coelho Neto, na zona norte do Rio de Janeiro, só será reaberto na próxima segunda-feira (10), segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde.

Leia tambémMorre mulher baleada durante invasão de bandidos a posto de saúde no Rio

A invasão ao posto resultou em tiroteio com PMs. Cláudia Lago de Souza, de 33 anos, que foi feita como escudo humano por um dos criminosos, foi baleada na barriga e morreu na madrugada de hoje.

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar da onde partiu o tiro. O laudo deve ficar pronto em 15 dias.

O confronto com PMs deixou um bandido morto. O comparsa, na fuga, invadiu um ônibus com 40 crianças que realizava uma excursão e obrigou o motorista a levá-lo até o morro da Pedreira, em Costa Barros, na zona norte.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o posto só voltará a funcionar na segunda-feira por conta da necessidade de reparos na unidade.

A equipe pede desculpas aos pacientes pelo transtorno e explica que tal medida tem por objetivo garantir um ambiente adequado aos atendimentos.

Leia tambémBandido sequestra ônibus que realizava excursão escolar no Rio de Janeiro

As consultas agendadas serão remarcadas por telefone. Os pacientes que por ventura não forem contactados, devem procurar a unidade para saber a nova data a partir de segunda (10).

Claudia Lago de Souza passou por cirurgia de quatro horas e meia para a retirada de projétil, que causou lesões graves como a fratura exposta da região sacra, obstruindo também o intestino, o reto e o baço. Ao final da cirurgia, Cláudia foi internada em leito de UTI do hospital Carlos Chagas, mas não resistiu. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e será enterrado à tarde no cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, na Baixada Fluminense.

A coordenação do PAM de Coelho Neto informou também que o filho de Cláudia receberá atendimento psicológico.

    Leia tudo sobre: invasão a posto de saúdetiroteio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG