PM afasta três sargentos investigados por suposto sumiço de dinheiro de assalto

Policiais ficarão fora das ruas até que sejam concluídas as investigações

iG Rio de Janeiro |

A Polícia Militar do Rio de Janeiro afastou das ruas três sargentos que estão sendo investigados no episódio do desaparecimento da sacola onde estaria o dinheiro que foi roubado no assalto ao restaurante Brasa Gourmet, ocorrido no último dia 13, na Tijuca, na zona norte.

Imagens levantam suspeitas sobre ação de PMs em assalto a restaurante. Assista

A corporação decidiu abrir inquérito após analisar imagens feitas por um cinegrafista amador na hora do assalto. As gravações mostram um PM carregando um objeto que poderia ser a sacola com o dinheiro. No dia do roubo, surgiu a informação de que os ladrões teriam levado R$ 10 mil.

O relações-públicas da Polícia Militar, coronel Frederico Caldas, afirmou ao iG  que os PMs ficarão realizando serviços internos até a conclusão do Inquérito Policial Militar, cujo prazo máximo é de 40 dias.

Leia também :  Três suspeitos de assalto morrem após troca de tiros com PMs, afirma polícia

No assalto ao Brasa Gourmet, três assaltantes acabaram mortos, entre eles Ivone Fernandes Mendonça. Um foi preso e outros três continuam soltos. 

    Leia tudo sobre: assalto a restaurantebrasa gourmet

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG