Motoristas de vans começam protesto e tumultuam trânsito no Rio

Carreata segue pelo centro da cidade e seguirá para o Aterro do Flamengo, na zona sul. Principal reivindicação é transformar autorizações provisórias em definitivas por licitação

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Agência Estado
Protesto de vans causa engarrafamento nesta quarta-feira (15) no Rio de Janeiro

Cerca de 3,5 mil motoristas de vans saíram por volta das 11h30 em carreata do Maracanã em direção ao centro do Rio de Janeiro. A concentração das vans para o protesto já tumultuava o trânsito na manhã desta quarta-feira (15), pois desde às 5h os motoristas ocupavam as ruas Mata Machado e Professor Eurico Rabelo, além das avenidas Maracanã e Professor Manoel de Abreu.

Clique e confira o trânsito na sua cidade

A carreata de vans passará pelas avenidas Presidente Vargas e Rio Branco, no centro, e será encerrada no Aterro do Flamengo, onde os veículos serão estacionados. De lá os motoristas seguirão em passeata para a Cinelândia, onde acontecerá uma assembleia da categoria.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio, às 11h30 os motoristas seguiam pela pista lateral da Avenida Presidente Vargas, sentido Candelária, ocupando parcialmente a via. Os manifestantes esão acompanhados por equipes da CET-Rio, Guarda Municipal e Polícia Militar.

O trânsito apresenta retenção ao longo das pistas sentido centro da Praça da Bandeira e da Avenida Radial Oeste. O motorista que se desloca da Tijuca, em direção ao centro, tem a Rua Haddock Lobo como melhor opção de rota.

No protesto batizado como "Um dia sem van", os motoristas do transporte alternativo pretendem ficar sem circular para reivindicar o cumprimento da lei que transforma as autorizações provisórias em definitivas através de licitação. Segundo os integrantes do movimento, a prefeitura está fazendo a licitação privilegiando as cooperativas que já existem.

Além disso, os manifestantes também reivindicam um bilhete único para as vans e locais fixos para embarque e desembarque de passageiros - já que os motoristas de vans reclamam que são obrigados a parar em qualquer lugar e são multados.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG