Empresário leva chute na cabeça e morre após apitar falta em pelada em Niterói

Caso ocorreu no último sábado em um clube do bairro de Charitas. Vítima tinha 51 anos e era o juiz da partida. Polícia abriu inquérito para apurar o crime de lesão corporal seguida de morte

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Reprodução/Jornal O São Gonçalo
Isaías Moura Jasmim, de 51 anos, que morreu após ser agredido quando apitava uma pelada em Niterói

Foi enterrado na manhã desta terça-feira (14) no cemitério dos Pachecos, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, o corpo do empresário Isaías Moura Jasmin, de 51 anos. Ele morreu ao levar um chute na cabeça durante uma discussão quando apitava uma partida de futebol no Charitas Aero Clube, em Charitas, em Niterói, no último sábado (11).

Ao iG , um irmão de Isaías contou que o empresário marcou uma falta no jogo e alguns participantes não concordaram. De acordo com o parente, Isaías foi empurrado, jogado no chão e levou um chute na cabeça.

Segundo o irmão, o empresário foi removido do local já com morte cerebral e levado para um hospital de Niterói. Ontem (13), foi confirmada a morte de Isaías.

Responsável pelas investigações, o delegado Marcus Castro, da delegacia de Jurujuba (79ª DP), disse ter recebido informações de que, durante uma briga na partida de futebol, Isaías teria agredido uma pessoa que lhe revidou com um chute.

Ainda segundo o delegado, os envolvidos já foram ouvidos e ele vai intimar testemunhas para prestar esclarecimentos. Castro afirmou que foi instaurado inquérito para apurar o crime de lesão corporal seguido de morte

De acordo com a polícia, Isaías participava de um grupo que alugava periodicamente o campo do clube para a disputa de partidas de futebol.

    Leia tudo sobre: violênciaespancamentomorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG