Ação no morro da Serrinha, em Madureira, terminou com três suspeitos mortos, um PM ferido, quatro coletes balísticos semelhantes aos das Forças Armadas e oito fuzis apreendidos

Filhotes de jacaré achados durante operação no morro da Serrinha, em Madureira
Divulgação
Filhotes de jacaré achados durante operação no morro da Serrinha, em Madureira

Durante uma operação para combater o tráfico de drogas no morro da Serrinha, em Madureira, na zona norte do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (14), PMs do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) apreenderam dois filhotes de jacaré que pertenceriam ao traficante conhecido como Lacosta, um dos líderes da região.

A ação resultou em intenso tiroteio. Três suspeitos foram mortos e um PM ficou ferido no pé. Foram recolhidos oito fuzis, uma pistola, 1.376 munições de diversos calibres, 4.912 pedras de crack, 11 tabletes de maconha, 1.000 papelotes da mesma droga, 2.400 frascos e 500 papelotes com cocaína, quatro coletes com placas de cerâmica semelhantes aos das Forças Armadas, uma espingarda, uma prensa, dois radiotransmissores, três carregadores e 28 frascos de cheirinho da loló

Por causa do confronto, carros e ônibus que passam no entorno da comunidade tiveram que desviar o caminho, devido à movimentação policial.

O morro da Serrinha vive uma guerra interna pela disputa do comando do tráfico. No final de julho, a polícia recebeu informações que a disputa teria provocado as mortes de 12 pessoas.

Jacarés pertenciam ao traficante conhecido como Lacosta
Divulgação
Jacarés pertenciam ao traficante conhecido como Lacosta



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.