Suspeito morto em assalto a restaurante na Tijuca era da favela da Rocinha

De acordo com a polícia, quadrilha já se envolveu em outros assaltos. Três bandidos morreram na ação ocorrida pela manhã após tiroteio com PMs

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que um dos bandidos que participou do assalto ao restaurante Barra Gourmet, na Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (13), foi identificado como Magno Barbosa Casemiro, de 36 anos. Ele seria oriundo da favela da Rocinha, na zona sul. O assalto resultou em tiroteio com PMs que terminou com a morte de três suspeitos.

Leia também : Assalto a restaurante termina em tiroteio e três suspeitos mortos

A quadrilha, segundo a polícia, já teria participado de outros assaltos. Um deles ao restaurante Bella Blu, em Ipanema, na zona sul. Casemiro estava foragido da Justiça desde 2008.

Os corpos dos outros dois mortos (um homem e uma mulher) estão sendo necropsiados a fim de que se chegue à identificação deles. Já foi realizada uma perícia no local. 

A polícia investiga se o caso será registrado como auto de resistência (morte em confronto). As imagens do circuito interno de TV do restaurante ainda não foram obtidas pelos responsáveis pela investigação.

De acordo com a reportagem do jornal O Dia, é investigada também a possibilidade de funcionários ou ex-funcionários terem ajudado os bandidos no assalto. 

Como foi a ação

De acordo informações dos policiais, ao chegarem ao local, uma mulher se identificou como gerente do estabelecimento na porta e, alegando que iria pegar a carteira de identidade na bolsa, sacou dois revólveres. Nesse momento teria começado uma intensa troca de tiros.

A mulher, ainda não identificada, foi baleada e morreu no local. Um outro suspeito que estava dentro do restaurante saiu atirando contra os policiais, mas também foi baleado e morreu. Um terceiro homem que estava ferido tentou fugir, mas acabou caindo próximo à Praça Afonso Pena. Ele foi socorrido para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com a polícia, outros três suspeitos de envolvimento no assalto conseguiram fugir pulando o muro do restaurante.

O estabelecimento estava fechado na hora do assalto. Segundo informações dos funcionários que estavam no local, foram levados pelo menos R$ 10 mil, além de pertences das vítimas. Foram apreendidos dois revólveres e duas pistolas, sendo uma calibre 9mm e outra 380.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG