Três suspeitos de assalto morrem após troca de tiros com PMs, afirma polícia

Cerca de seis pessoas assaltaram restaurante na Tijuca, na zona norte. Mulher e outros dois homens, que teriam participação no crime, foram mortos em confronto com policias militares

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Dois homens e uma mulher foram mortos após troca de tiros com policiais militares na zona norte do Rio de Janeiro, na manhã desta segunda-feira (13). Segundo a assessoria de imprensa da corporação, o tiroteio ocorreu em frente ao restaurante Brasa Gourmet, localizado na rua Mariz de Barros, na Tijuca, zona norte do Rio, após policiais do 4°BPM (São Cristóvão) receberem a informação de que um assalto ocorria no local.  

De acordo informações dos policiais, ao chegarem ao local, uma mulher se identificou como gerente do estabelecimento na porta e, alegando que iria pegar a carteira de identidade na bolsa, sacou dois revólveres. Nesse momento teria começado uma intensa troca de tiros.

A mulher, ainda não identificada, foi baleada e morreu no local. Um outro suspeito que estava dentro do restaurante saiu atirando contra os policiais, mas também foi baleado e morreu. Um terceiro homem que estava ferido tentou fugir, mas acabou caindo próximo à Praça Afonso Pena. Ele foi socorrido para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com a polícia, outros três suspeitos de envolvimento no assalto conseguiram fugir pulando o muro do restaurante.

O estabelecimento estava fechado na hora do assalto. Segundo informações dos funcionários que estavam no local, foram levados pelo menos R$ 10 mil, além de pertences das vítimas. Foram apreendidos dois revólveres e duas pistolas, sendo uma calibre 9mm e outra 380.

As identidades dos suspeitos ainda não foram divulgadas. Uma perícia está sendo realizada no local para saber se o caso será registrado como auto de resistência - quando a morte ocorre em legítima defesa do agente de segurança. 

Trânsito interditado

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio a Rua Professor Gabizo está interditada entre as ruas Heitor Beltrão e Mariz e Barros, na Tijuca, por conta da realização da perícia. Motoristas que trafegam pela Professor Gabizo em direção à Mariz e Barros, devem seguir pelas ruas Silva Ramos, Gonçalves Crespo e Campos Sales.

    Leia tudo sobre: Tijucaassaltoviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG