Polícia investiga destinação de dinamite achada no Complexo do Alemão

Dez quilos do explosivo em gel foram recolhidos na tarde do último domingo no morro da Fazendinha juntamente com fuzil e granada

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando qual seria a destinação dos cerca de 10 kg de dinamite em gel que foram encontrados na tarde do último domingo (5) por PMs da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) no morro da Fazendinha, no Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro.

Leia também : PM apreende 133 bananas de dinamite em pedreira desativada na Baixada Fluminense

Além da dinamite, foram encontrados também um fuzil calibre 762, munições de diversos calibres, uma granada e um morteiro.

Todo o material estava escondido em uma casa na Rua Augusto Borborema na localidade conhecida como “casinha”.

O comandante das UPPs, coronel Rogério Seabra, afirmou que, após a descoberta dos explosivos, o policiamento foi reforçado no local com homens do Bope (Batalhão de Operações Especiais) .

O oficial afirmou que não há informações que indiquem que a dinamite poderia ser usada em um futuro ataque à UPP, como o que ocorreu há duas semanas quando o posto da favela Nova Brasília foi metralhado e uma soldado PM acabou morta.

Na semana passada, PMs acharam cerca de 264 kg de bananas de dinamite em uma pedreira desativada em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Os explosivos, segundo os PMs, estavam sendo procurados por criminosos ligados ao Comando Vermelho (CV) que pretendiam usá-los para explodir caixas eletrônicos. 

    Leia tudo sobre: dinamitecomplexo do alemão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG