Entorpecentes foram detectados com auxílio de scanner corporal

Onze presos que cumprem pena em regime semiaberto em dois presídios do Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, foram flagrados nesta segunda-feira (6) com cápsulas de drogas (cocaína e maconha) dentro do estômago quando retornavam à cadeia após o beneficio da visita periódica do lar

As drogas foram descobertas com auxílio de scanner corporal. Outros três presidiários foram flagrados levando chips e telefones celulares para a cadeia. Os detentos cumprem pena nos institutos penais Plácido Sá Carvalho e Benjamim de Moraes Filho.

Ao todo, foram recolhidas 170 cápsulas com drogas. Nove dos suspeitos não conseguiram expelir o material e foram encaminhados para o Hospital Dr. Hamilton Agostinho Vieira de Castro, onde receberam medicamentos para expelir o entorpecente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.