Carlos Henrique da Silva Souza, conhecido como “Fem” ou “Gordão”, tinha um mandado de prisão expedido por tráfico de drogas e associação com o tráfico

Policiais da 105ª DP (Petrópolis) apresentaram na manhã deste sábado (28), na sede da Delegacia Anti-Sequestro (DAS), no Rio de Janeiro, um suspeito que teria ligações com o traficante “GanGan” e seria homem de confiança de Anderson Rosa Mendonça, o “Coelho”.

Carlos Henrique da Silva Souza, conhecido como “Fem” ou “Gordão”, de 36 anos, foi preso na tarde da última sexta-feira (27). Contra “Fem” havia um mandado de prisão expedido pela 38ª Vara Criminal da Comarca da Capital, por tráfico de drogas e associação com o tráfico.

O suspeito era um dos responsáveis por recolher o dinheiro da venda de drogas no complexo de São Carlos, no Estácio, zona Central do Rio de Janeiro, além de cuidar da contabilidade da quadrilha.

"Coelho" era comparsa de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o "Nem", um dos traficantes mais procurados do Rio de Janeiro. Ambos foram presos na mesma ocasião em novembro do ano passado .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.