Foragido, policial do DF acusado de tortura é preso em aeroporto do Rio

Corregedoria monitorou sua mulher, que viajou para encontrá-lo. Agentes fluminenses fizeram a detenção após o encontro do casal. Stanislau Montenegro, 47, estava escondido na cidade

iG Rio de Janeiro |

O policial civil do Distrito Federal Stanislau Dantas Montenegro, 47 anos, foi preso na tarde deste sábado (28), no Aeroporto Santos Dumont, no Rio. Havia contra ele um mandado de prisão da 4ª Vara Criminal de Brasília, por tortura.

Segundo a Polícia Civil do Rio, a ação foi feita a pedido da Corregedoria de Brasília, que monitorava a mulher do criminoso. Ele estava escondido na cidade havia alguns dias, e a companheira tomou um voo do Distrito Federal para a cidade, com o intuito de encontrá-lo.

Stanislau a esperava no aeroporto, e ele foi preso assim que os dois se encontraram, após o desembarque.

Agentes da 4ª Delegacia de Polícia (Praça da República) fizeram a prisão. Ele prestou depoimento na 5ª DP. Stanislau será levado para Brasília.

    Leia tudo sobre: torturapolicialDistrito FederalPolícia Civil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG