MP denuncia homem que ateou fogo e causou morte de menino de quatro anos

Suspeito, que é torcedor do Flamengo, se irritou porque criança vestia camisa de clube rival. Crime ocorreu em fevereiro do ano passado, em Petrópolis (RJ)

iG Rio de Janeiro |

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro denunciou na última quarta-feira (18) um homem acusado de atear fogo e provocar a morte de um menino de quatro anos e de ferir gravemente uma outra pessoa em fevereiro de 2011, na cidade de Petrópolis, na Região Serrana.

De acordo com a Promotoria, o suspeito, que é torcedor do Flamengo, estava embriagado e teria se irritado pelo fato de as vítimas usarem blusas do Vasco e do Botafogo. O acusado, então, joguou álcool e ateou fogo na criança e em outro homem.

O crime aconteceu no dia 20 de fevereiro de 2011, no Caminho do Fragoso, bairro Fragoso/Estrada da Saudade. A denúncia ressalta que o crime foi cometido por motivo fútil, apenas porque as vítimas usavam camisas de outros times. Ainda de acordo com denúncia, as queimaduras causaram lesões corporais no homem, resultando em incapacidade e deformidade permanente.

A Promotora de Justiça Maria de Lourdes Polônio faz um alerta “sobre os exageros nas comemorações que ocorrem após os jogos de futebol, com algazarras e bebida alcoólica, quando o torcedor pode acabar indo para a cadeia devido a um ato extremado”.

Caso seja condenado, a pena pode chegar até 35 anos de prisão.

    Leia tudo sobre: violência contra criança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG