Tiroteio em favela provoca pânico em enterro de corpo de policial no Rio

PM entrou em favela e trocou tiros com criminosos na mesma hora de sepultamento no Caju. Polícia Civil foi acionada e enviou helicóptero para garantir a segurança

iG Rio de Janeiro |

Um tiroteio entre PMs e traficantes na comunidade São Sebastião, no Caju, na zona portuária do Rio de Janeiro, provocou pânico nas pessoas que acompanhavam o enterro do corpo do policial civil Antônio Gamada Silva, na manhã desta terça-feira (17), no cemitério do bairro. Ninguém se feriiu.

O agente foi assassinado na manhã de ontem durante uma suposta tentativa de assalto à uma creche no bairro do Grajaú, na zona norte da cidade.

PMs do 4º Batalhão (São Cristóvão) entraram na favela e foram recebidos a tiros pelos traficantes. Houve confronto. No final, os policiais recolheram material para distribuição de sinal de TV a cabo e Internet, além de máquinas caça-níqueis.

A Polícia Civil foi acionada e enviou um helicóptero para monitorar a situação e garantir a segurança de quem estava no enterro

    Leia tudo sobre: tiroteiomorte de policial

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG