Grávida é atingida em operação para capturar suspeitos de resgatar traficante

Gestante foi alvejada por estilhaços e passa bem. Advogados de criminoso resgatado foram presos suspeitos de associação para o tráfico

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Divulgação
Cartaz de procurado do traficante DG, que foi resgatado em delegacia da zona norte do Rio

Uma grávida foi atingida de raspão por estilhaços de bala na manhã desta quarta-feira (4) durante uma operação da Polícia Civil na favela Boa Esperança, na zona norte do Rio de Janeiro, para capturar suspeitos de terem participado do resgate do traficante Diogo Feitoza da Silva, o DG, na tarde de ontem, na delegacia do Engenho Novo (25º DP), na zona norte.

Leia também : Bandidos resgatam traficante de delegacia na zona norte do Rio de Janeiro

Segundo a polícia, a vítima passa bem e está internada no Hospital Salgado Filho, no Méier, na mesma região. A corporação não sabe da onde partiu os tiros que atingiu a gestante.

A polícia anunciou a prisão de dois advogados que trabalhavam para DG: Laerte Gomes de Carvalho e Marcos Ferreira de Mello. Eles são suspeitos de associação para o tráfico de entorpecentes.

Laerte cumpriu pena durante um ano pelos crimes de associação para o tráfico de drogas e corrupção ativa.Marcos já esteve preso por receptação.

A Polícia Civil divulgou os nomes de dez suspeitos de terem participado do resgate de DG. São eles Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto, chefe do tráfico na favela do Mandela, em Manguinhos, Luiz Antônio Andrade, o Toinho, Alan Mendonça da Silva, o Loirinho, Éber do Nascimento Cândido, o Ebinho, Luiz Augusto Roque de Melo Filho, o Leno, Clayton Bernardes dos Santos, o Babão, Fabinho do Fundão, Ilan Nogueira Soares, o Capoeira, Wallace Carlos da Conceição, o Churrasquinho, Davi Moraes de Sá, o Paraíba.

O resgate de DG ocorreu poucas horas depois dele ter sido preso com duas granadas após sofrer um acidente de motocicleta na rua Leopoldo Bulhões, em Manguinhos. Os bandidos usaram pelo menos dois carros (uma Captiva e um Gol preto) e uma motocicleta. Estavam vestidos de preto e efetuaram disparos contra os policiais.

No momento do fato, a delegacia estava cheia e era submetida a uma inspeção rotineira pela Corregedoria da Polícia Civil.

    Leia tudo sobre: resgate de presobala perdida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG