Empresária é morta em suposta tentativa de assalto em rodovia do Rio

Teresa Fontaine estava em um carro que foi fechado por bandidos na Washington Luís. Marido tentou desviar e um dos criminosos desceu e fez disparos

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

A empresária Teresa Cristina Soares Fontaine, de 47 anos, foi morta na noite do último domingo (24) em uma suposta tentativa de assalto na rodovia Washington Luís (Rio-Petrópolis), em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O filho de Teresa presenciou o crime.

Teresa é filha de um dos sócios da Casa do Alemão, conhecido restaurante que tem filiais em rodovias do Rio de Janeiro.

Leia também: Morte de Teresa Fontaine foi noticiada em primeira mão pela colunista do iG, Lu Lacerda

Segundo informações das polícias Civil e Militar, Teresa estava em um Palio Weekend que foi fechado por dois veículos, sendo um deles um Golf preto, na pista sentido Rio da rodovia. Percebendo a ação, o marido da empresária, Francisco Santana, que dirigia o carro, tentou desviar.

Em seguida, um suspeito desceu do Golf e fez disparos contra o Palio onde estava Teresa, que acabou atingida no pulmão. O marido da empresária procurou ajuda no 22º BPM (Complexo da Maré, na zona norte da capital).

Teresa foi socorrida por uma ambulância do Corpo de Bombeiros mas morreu a caminho do Hospital Federal de Bonsucesso.

A família voltava de Petrópolis em direção à sua residência no Leblon, na zona sul da capital, e tinha acabado de deixar um posto de gasolina quando ocorreu o crime.

O corpo de Teresa será enterrado nesta terça-feira (26), no cemitério de Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

O caso foi registrado inicialmente na 21ª DP (Bonsucesso), que remeteu os autos para a delegacia de Duque de Caxias (59ª DP).



    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG