Manifestação interdita principais avenidas do centro do Rio e prejudica trânsito

Marcha Global da Cúpula dos Povos reúne MST, ONGs ambientais, professores e estudantes e bloqueou a Presidente Vargas e a Rio Branco

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Pedro Kirilos/ Agência O Globo
Marcha Global da Cúpula dos Povos provocou a interdição em importantes vias do centro do Rio

Uma manifestação intitulada de Marcha Global da Cúpula dos Povos da Rio+20 , que reumiu representantes de ONGs ligadas ao meio-ambiental, integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), além de professores e estudantes de universidades e escolas federais em greve, provocou a interdição os dois sentidos da avenida Presidente Vargas (na altura da igreja da Candelária) e a avenida Rio Branco, no centro do Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira (20).

Em razão do protesto, que reuniu cerca de 20 mil pessoas, segundo a PM, o trânsito ficou complicado na região. A retenção na Presidente Vargas chegou até a altura do prédio dos Correios, no sentido Candelária.

O trânsito no sentido Candelária da Presidente Vargas foi desviado pelas ruas Carmo Neto, Benedito Hipólito e Marquês de Pompal. No sentido oposto (Praça da Bandeira) o desvio está sendo feito pela avenida. Marechal Floriano.

Por volta das 19h30, o trânsito foi liberado na Rio Branco e na Presidente Vargas.

Domingos Peixoto / Agência O Globo
A Marcha Global da Cúpula dos Povos reuniu cerca de 20 mil no centro do Rio



    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG