Pai de santo preso semana passada no Rio é denunciado

Suspeito, que prometia trazer a pessoa amada em três horas, responde pelos crimes de extorsão, quadrilha e estelionato

iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

Fernando Quevedo/Agência O Globo
Pai Bruno foi denunciado pelo Ministério Público

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro ofereceu denúncia contra o pai de santo Edmar Santos de Araújo, conhecido como Pai Bruno de Ogum, que foi preso na semana passada, suspeito de extorsão, estelionato e formação de quadrilha.

Leia também :  Pai de santo que prometia trazer pessoa amada de volta é preso por extorsão

Segundo a denúncia, Pai Bruno prometia, mediante pagamento, trazer a pessoa amada em três horas e também oferecia serviços de magia negra.

De acordo com o Ministério Público, uma vítima que contratou os serviços de Pai Bruno percebeu que se tratava de um golpe porque o suspeito alegava sempre precisar de mais dinheiro para terminar o trabalho.

Trecho da denúncia diz que Edmar passou a ameaçar a vítima, após a recusa de entregar mais dinheiro a um colaborador do pai de santo, que trabalhava como motoboy e era o responsável por receber os pagamentos em espécie.

Segundo informações contidas na denúncia, mais duas mulheres eram comparsas de Pai Bruno denunciados. Elas atuavam como secretárias, efetuando as ligações e exigindo dinheiro dos clientes.

    Leia tudo sobre: pai de santo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG